sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Paulo Bento convoca Sereno, Ricardo Costa e Ruben Amorim

O selecionador português já anunciou a lista de convocados para as partidas referentes à fase de qualificação para o Euro 2012, frente à Islândia (que irá decorrer no dia 7 de Outubro no estádio do Dragão) e à Dinamarca (que irá decorrer no dia 11 de Outubro no país nórdico), sendo o jogo com os dinamarqueses decisivo. De estranhar a convocatória de Eduardo (suplente no Benfica), deixando de fora jogadores como Quim ou Paulo Lopes, que têm feito grandes exibições pelos respetivos clubes. A dupla de centrais deverá ser Rolando/Bruno Alves (Pepe está lesionado), porém as soluções são muito más: Sereno e Ricardo Costa (que ainda está a recuperar de uma lesão) serão autenticas preocupações nacionais se forem chamados! É inadmissível a não convocatória de Manuel da Costa (na nossa opinião, um dos melhores centrais a atuar na Rússia) ou até de Nuno Reis (peça essencial no Cercle Brugge). Na direita também poderão haver problemas: José Bosingwa, titular no Chelsea, é um jogador com grande experiência e qualidade e que poderia ser essencial no jogo com a Dinamarca. No meio-campo, as convocatórias de Eliseu (suplente no Málaga e que, se for chamado, será para a defesa-lateral-esquerda), Ruben Amorim, Carlos Martins, Miguel Veloso e Paulo Machado chamam a atenção, tal como a ausência de jogadores como Hélder Barbosa (que tem brilhado no Braga) ou até de Pizzi, Manuel Fernandes ou André Santos. Na frente de destacar as convocatórias de Nuno Gomes, Quaresma e Hélder Postiga (dispensado pelo Sporting). Fábio Coentrão e Hugo Almeida também falharão estas duas partidas devido a lesão. A questão é: jogará Eliseu, Sílvio ou Miguel Veloso a lateral-esquerdo e Hélder Postiga ou Nuno Gomes a avançado?

Os 23 convocados de Portugal:
Guarda-redes: Rui Patrício (Sporting), Eduardo (Benfica) e Beto (Cluj)
Defesas: João Pereira (Sporting), Sílvio (Atlético de Madrid), Ricardo Costa (Valencia), Bruno Alves (Zenit), Rolando (FC Porto) e Sereno (Colónia)
Médios: Miguel Veloso (Génova), Ruben Amorim (Benfica), João Moutinho (FC Porto), Raul Meireles (Chelsea), Paulo Machado (Tolouse), Carlos Martins (Granada), Eliseu (Málaga), Ruben Micael (Saragoça) e Danny (Zenit)
Avançados: Cristiano Ronaldo (Real Madrid), Nani (Manchester United), Quaresma (Besiktas), Hélder Postiga (Saragoça) e Nuno Gomes (Braga)

Ps: Deixamos a nossa preferência para o onze inicial da seleção nacional na imagem. Clique para aumentar.

Resultados da 2ª jornada da Liga Europa

Grupo A
Rubin Kazan 2-2 PAOK (Valdez 52', Dyadyun 66; Lazar 22', Fotakis 81')
Tottenham 3-1 Shamrock Rovers (Pavlyuchenko 60', Defoe 62' e Giovani dos Santos 66'; Rice 50')


Grupo B
Vorskla Poltava 1-2 Hannover 96 (Kurilov 50'; Abdollaue 32' e Pander 44')
Standard Liége 3-0 Copenhaga (Seijas 57', Felipe 72' e Kanu 79')


Grupo C
Legia Varsóvia 3-2 Hapoel Telavive (Ljuboja 67', Komorowski 72' g.p. e Radovic 89'; Tamuz 34' e Lala 72')
Rapid Bucareste 1-3 PSV (Alexa 28'; Bouma 43', Toivonen 89' e Matavz 90'+2)


Grupo D
Vaslui 2-2 Zurique (Wesley 62' g.p. e Temwanjera 77'; Alphonse 32' e Mehmedi 78')
Sporting 2-1 Lazio (Wolfswinkel 20' e Insúa 45'+2; Klose 40')


Grupo E
Maccabi Telavive 1-1 Dínamo Kiev (Mikha 44'; Ideye 9')
Stoke City 2-1 Besiktas (Crouch 15' e Walters 78' g.p.; Hilbert 14')


Grupo F
Salzburgo 3-0 Slovan Bratislava (Leonardo 61', Zarate 76' e Svento 90'+5)
Athletic Bilbau 2-0 Paris SG (Gabilondo 20' e Susaeta 45'+2)


Grupo L
Lokomotiv Moscovo 0-2 Anderlecht (Suárez 11' e Mbokani 72')
AEK Atenas 1-2 Sturm Graz (Standfest 50' p.b.; Burgstaller 87' e Haas 90'+2)


Grupo G
Metalist 1-1 AZ Alkmaar (Taison 76'; Altidore 26')
Malmö 1-2 Áustria Viena (Ranégie 82'; Barazite 17' e Grunwald 36')


Grupo H
Sp. Braga 1-2 Brugge (Hélder Barbosa 53'; Akpala 71' e Donk 90'+1)
Maribor 1-2 Birmingham (Volas 29'; Burke 64' e Elliott 79')


Grupo I
Celtic 1-1 Udinese (Sung-Yong 3' g.p.; Abdi 88')
Rennes 1-1 At. Madrid (Montaño 56'; Juanfran 87')


Grupo J
Schalke 04 3-1 Maccabi Haifa (Fuchs 8 e 66' e Jurado 82'; Verede 35')
AEK Larnaca 1-1 Steaua Bucareste (Mrdakovic 59'; Costea 65')


Grupo K
Twente 4-1 Wisla Cracóvia (De Jong 32', Janko 45'+1 e 57' e Janssen 80'; Biton 9')
Odense 0-2 Fulham (Andy Johnson 36 e 88')

Hulk é o melhor jogador de agosto/setembro

A Liga anunciou hoje (sexta-feira, 30 de Setembro) que o jogador do FC Porto Hulk é o melhor jogador dos meses de Agosto e Setembro com 18,3 por cento das prefências dos votantes. De acordo com a LPFP, James Rodriguez também do FC Porto ficou no 2º lugar do pódio (15,1%), ficando o último lugar do pódio entregue a Gaitán do Benfica com 13.3%.

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Sporting vence Lazio numa exibição sofrida

Sporting 2-1 Lazio
Com golos de Wolfswinkel (de novo) e Emiliano Insúa para o Sporting e do veterano Klose para a Lazio, o Sporting venceu os italianos com uma exibição muito sofrida e que ficou aquém do esperado (na 2ª parte os italianos dominaram completamente, enquanto que a 1ª foi equilibrada). Os leoninos chegam assim à 1ª posição do seu grupo na Liga Europa com 4 pontos de vantagem sobre o Vaslui, 2º classificado (favorecendo do empate entre Vaslui e Zurique a duas bolas).

Como é normal, os sportinguistas entraram muito bem na primeira parte. Wolfswinkel marcou um belo golo de calcanhar e colocou os lisboetas na vantagem. Aos 40 minutos, Klose empatou, após livre de Hernanes. Num remate de longe ainda antes do fim do 1º tempo, Insúa voltou a colocar o Sporting na frente do resultado. Na 2ª parte, a Lazio passou a dominar o jogo. Insúa foi expulso após cotovelada num jogador italiano, Cissé rematou ao poste e, na consequência do lance, Sculli falhou de baliza aberta. Passado pouco tempo, Sculli cai na área sportinguista em falta, mas o árbitro belga não assinalou nada.

MVP - Wolfswinkel: Marcou um grande golo de calcanhar, faturando no 5º jogo consecutivo. Correu muito, pressionando os defesas italianos e ganhando várias bolas onde até podia ter marcado mais golo.
Insúa: Esteve no melhor e no pior neste jogo. Marcou um golo através de um remate do meio da rua e foi expulso justamente após agressão a jogador italiano.
Klose e Cissé: Mostraram que não estão velhos, apesar da sua veterania. Um marcou um golo e o outro, quando entrou, dinamizou a frente de ataque italiana, rematando à barra sportinguista.

Braga é derrotado pelos belgas do Brugge

Braga 1-2 Club Brugge
Num jogo muito intenso e disputado, os minhotos até estiveram a ganhar, mas já na 2ª parte perderam o seu fio de jogo e deixaram que os belgas do Brugge os derrotassem. Sem Nuno Gomes no onze inicial, os bracarenses dominaram a 1ª parte do jogo, mas não tiveram capacidade para desequilibrar e marcar. Mossoró falhou incrivelmente um golo que podia ter começado por dar vantagem aos portugueses. Os arsenalistas chegaram à vantagem ao minuto 53 com um golo de cabeça de Hélder Barbosa, após jogada entre Hugo Viana e Baiano. Mas os belgas responderam e Akpala empatou a partida. Já muito perto do fim do jogo, o possante Donk, na resposta a um livre bem batido, cabeceou para dentro das redes.


MVP - Baiano: O lateral-direito bracarense foi o melhor bracarense nesta partida. Dinamizou a lateral-direita, correu muito e fez uma assistência. Não tem culpa nos golos.
Hélder Barbosa: Voltou a faturar. Foi o principal desequilibrador do clube nortenho e tem vindo a mostrar classe e grande capacidade técnica.
Paulo Vinícius e Quim: Incrível a forma como falham no primeiro golo belga. Quim colocou-se mal e Paulo Vinícius ofereceu o golo a Akpala, através de um desvio infeliz.
Akpala: O nigeriano do Brugge marcou um golo e a sua postura impressionou na frente. Muita força e velocidade neste ponta-de-lança, talvez um bom reforço para um grande português.

Liga dos Campeões: Bayern de Munique humilha Manchester City; AVB empata; Barça goleia

Grupo A
Bayern de Munique 2-0 Manchester City: No jogo entre os favoritos do grupo, o bis de Mario Gómez fez a diferença.
Nápoles 2-0 Villarreal: Hamsik e Cavani (de penalty) marcaram os golos na vitória do Nápoles em casa.


Grupo B
CSKA de Moscovo 2-3 Inter: Os italianos voltaram a sofrer para vencer. Dzagoev e Vagner Love marcaram para os russos. Para os visitantes, Pazzini, Lúcio e Zárate faturaram.
Trabzonspor 1-1 Lille: Um empate entre equipas do mesmo nível e com os mesmos objectivos. Colman e Sow marcaram os golos neste empate na Turquia.


Grupo C
Manchester United 3-3 BasileiaO Manchester United empatou 3-3 com os suíços do Basileia em Old Trafford. A equipa de Alex Ferguson teve a ganhar por 2-0, esteve a perder por 3-2 e acabou por empatar o jogo.
Otelul Galati 0-1 Benfica: clique aqui para ler o resumo da partida.


Grupo D
Lyon 2-0 Dínamo de Zagreb: Os franceses venceram facilmente os campeões croatas. Gomis e Koné marcaram para os franceses.
Real Madrid 3-0 Ajax: clique aqui para ler o resumo da partida.


Grupo E
Valencia 1-1 Chelsea: A equipa de André Villas-Boas estiveram a vencer, mas acabaram por empatar em Espanha. Soldado e Lampard fizeram os golos.
Bayer Leverkusen 2-0 Genk: Os alemães derrotaram facilmente os frágeis vizinhos belgas. Bender e Ballack deram a vitória aos farmacêuticos.


Grupo F
Arsenal 2-1 Olympiakos:
O Arsenal venceu facilmente a equipa do Olympiakos. O reforço André Santos e Chamberlain marcaram para orgulho de Wenger.
Marselha 3-0 Borussia Dortmund: Com um bis de Andre Ayew e com um outro golo de Rémy, a equipa francesa derrotou os campeões alemães.


Grupo G
Zenit 3-1 FC Porto: clique aqui para ler o resumo da partida.
Shakhtar Donetsk 1-1 APOEL: Ucranianos e cipriotas empatados. O APOEL mantém assim a 1ª posição.


Grupo H
BATE Borisov 0-5 Barcelona: Grande partida na Bielorússia. Messi bisou, Pedro também faturou, Villa marcou outro e um jogador dos bielorussos fez um infeliz auto-golo.
AC Milan 2-0 Viktoria Plzen: Ibrahimovic e Cassano deram a vitória aos adeptos milaneses num jogo desigual e muito pouco equilibrado.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

FC Porto irreconhecível derrotado na Liga dos Campeões

Zenit 3-1 FC Porto (Shirokov 20' 63' e Danny 71'; James 10')
Um Porto pior que o normal foi batido pelo Zenit de São Petersburgo por 3-1 e safou-se de uma goleada. Frente a uma equipa onde a defesa e o meio-campo defensivo foram sublimes e abafaram por completo Moutinho, Hulk e James (tal como GP anunciou na previsão da partida) e onde Danny e também Shirokov fizeram a diferença, o FC Porto de Vítor Pereira não conseguiu jogar bem e, muito devido à expulsão de Jorge Fucile, foi totalmente dominado totalmente pelos russos que foram vencedores da Taça UEFA 2007/2008. Um jogo desigual referente à 2ª jornada da Liga dos Campeões e que acabou com a expulsão do lateral uruguaio (que falhará a partida frente ao APOEL) e com a lesão do avançado Kléber (que, recorde-se, foi convocado pela primeira vez para a seleção brasileira e poderá falhar essa oportunidade de mostrar o seu valor a Mano Menezes).

O Porto entrou logo a ganhar com um golo de James. Shirokov empatou, porém Fucile foi expulso de forma infantil numa altura em que os russos já dominavam. No 2º tempo, o Zenit entrou ainda com mais força, sufocando por completo o Porto. Shirokov e Danny marcaram os restantes golos nesta goleada do Zenit que até peca por escassa.

Destaques
MVP - Danny: O criativo português mostrou qualidade e marcou um grande golo. A velocidade que emprega no jogo do Zenit é extraordinária e seria titular em qualquer equipa portuguesa. Por alguma coisa é que é um ídolo na Rússia.
Fucile: O lateral uruguaio voltou a mostrar que está mal psicologicamente. Após aquele "desacerto" com Cardozo, foi expulso num lance estúpido, podendo ter sido muito culpado nesta derrota. E também esteve muito mal antes da expulsão (muito mal no 1º golo russo)...
Hulk/James: A dupla sul-americana não conseguiu desequilibrar e passou despercebida, apesar de James Rodríguez ter marcado um golo.
Moutinho/Belluschi: O meio-campo russo abafou a dupla centrocampista portista e não deixou o português e o argentino espalharem magia.

Real Madrid vence por uns claros 3-0

Real Madrid 3-0 Ajax (Cristiano Ronaldo 25', Kaká 41' e Benzema 46')
No centésimo jogo de Mourinho no comando da equipa madrilena, o Real Madrid venceu o Ajax por 3-0, no Santiago Bernabéu. Nos primeiros 20 minutos o Ajax teve um ligeiro ascendente no jogo, mas a partir daí o Real dominou. Os madrilenos chegaram à vantagem aos 25 minutos através de Cristiano Ronaldo (quem poderia ser mais?) numa bela jogada de entendimento entre o português, Özil e Karim Benzema. Antes do descanso (ao minuto 41), o Real Madrid chegou ao segundo golo por intermédio de Kaká. Excelente recepção de Ronaldo (outra vez ele), passe para Kaká e o internacional canarinho fez o 2-0. Kaká começava a fazer uma excepcional exibição, a lembrar os motivos que o levaram para a equipa de Mou. No segundo tempo a equipa de Mou impôs um ritmo mais fraco mas acabou por fazer o 3-0 final, com um golo de Benzema, após uma nova boa jogada coletiva. Assim, José Mourinho reconciliou-se com os adeptos ao fazer uma boa exibição.

Lendas e Glórias: Marco Van Basten

Van Basten não foi um jogador de apenas um clube, esteve lá perto já que durante a sua profícua carreira apenas jogou em dois (Ajax e AC Milan), deixando marca em todos eles.

O primeiro clube da sua carreira foram os holandeses do Ajax onde em 5 épocas (de 1982 a 1987), conseguiu obter a íncrivel marca de 152 golos em 172 jogos. Van Basten era nesta altura a referência do Ajax. No Verão de 1987, decidiu mudar dos ares de Amesterdão, tendo aterrado em Itália para jogar no AC Milan. Estávamos em 1988, ano de Europeu, Van Basten era uma das estrelas da seleção holandesa que haveria de ganhar esse Euro. O grande momento desse Europeu foi protagonizado precisamente por Van Basten, que na final contra a União Soviética, marcou um golo fantástico em vólei quase sem ângulo de remate, que lhe permitiu entrar para a galeria de deuses dos Europeus. Marco decidiu pendurar as chuteiras em 1995 no AC Milan depois de ter brilhado a alto nível em Itália e no Mundo. Na seleção holandesa Van Basten marcou 24 golos em 58 jogos, tendo no entanto obtido menor rendimento ao serviço da laranja mecânica do que nos clubes em que participou.

Nota final: 19/20

Craques de Amanhã: Paulo Henrique Ganso

 Paulo Henrique Chagas de Lima "Ganso", assim se chama uma das coqueluches mundiais já que meia Europa o tenta contratar. O "menino da vila" começou a carreira sénior em 2008, altura em que se estreou pelo Santos, no entanto foi apenas em 2009 que começou a brilhar atuando nessa época em 46 jogos e marcando 10 golos. O melhor estaria para vir já que em 2010. Embora tenha feito menos jogos que na época anterior (46 jogos em 2009 e 44 jogos em 2010), conseguiu aumentar a marca de golos com 13 finalizações ao contrário da época anterior onde apenas apontou 10 tentos. Em ano de Mundial (2010), o selecionador brasileiro Dunga optou por não convocar Ganso, que ainda se estrearia esse ano pela canarinha já com Mano Menezes a orientar o Brasil, tendo sido titular este ano na Copa América.

Esta época tem sido marcada pelos constantes rumores da transferencia de Ganso para o Velho Continente e também de exibições menos conseguidas, perdendo o estatuto de estrela no "peixe" para Neymar, continuando no entanto bem referenciado pelos principais clubes da Europa.

Nota Final: 16/20

Rinaudo titular na Argentina?

O médio defensivo argentino do Sporting Fabián Rinaudo será muito provavelmente lançado a titular no encontro referente à qualificação para o Mundial de 2014 no encontro entre a albiceleste e o Chile. Quem o diz é Sabella, selecionador argentino: "Para o jogo com o Chile não tenho Mascherano, pois está suspenso e por isso Rinaudo é uma opção para estudar pelas suas características. Claro que também tenho outros jogadores, como Canteros (Veléz), Braña (Estudiantes) ou Banega (Valência), mas Rinaudo tem condições para jogar."

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Benfica vence na Roménia

Otelul Galati 0-1 Benfica (Bruno César 40')
Em partida referente à 2ª jornada da Liga dos Campeões, o Benfica venceu os campeões romenos em título, que jogaram em casa emprestada (o Olímpico de Bucareste pertencente ao Rapid). Com um onze sem Aimar e Nolito e com Bruno César e Saviola, o Benfica dominou completamente o jogo (teve cerca de 65% de posse de bola), apesar de não ter traduzido esse domínio em muitos golos. Já perto do fim da 1ª parte,  o explosivo médio brasileiro Bruno César marcou um golo solitário num remate seco e forte de pé direito, dentro da grande área e já sem oposição. Destaque para o grande passe de Nicolás Gaitán para o criativo sul-americano. Na 2ª parte, os lisboetas continuaram a dominar e a brincar com a bola. Já perto do fim, o Otelul esteve muito perto de marcar numa jogada após pontapé livre, onde Artur acabou por fazer uma grande defesa.

Destaques
MVP - Nico Gaitán: O criativo argentino empregou velocidade no jogo benfiquista, fez uma grande assistência e, na falta de Aimar, pautou o jogo benfiquista com grandes passes. Continua a fazer grandes exibições.
Bruno César: Voltou a faturar com um belo golo. Desequilibrou, mas continua a deixar a ideia de que é 10 e não extremo.
Witsel/Javi García: Estiveram bem defensivamente, realizaram bons passes e ofereceram segurança à equipa, apesar de terem jogado demasiadamente devagar.
Emerson: Continua a perfilar-se como um grande lateral-esquerdo. Defende bem e ataca ainda melhor, jogando certo e não errando.
Artur: Fez uma defesa que pode ter feito a diferença. Dá segurança à equipa e parece ter sido encontrado o guarda-redes para o Benfica nos próximos anos.

Ps: O Manchester United empatou 3-3 com os suíços do Basileia em Old Trafford. A equipa de Alex Ferguson teve a ganhar por 2-0, esteve a perder por 3-2 e acabou por empatar o jogo. Assim o Benfica coloca-se no 1º lugar com os mesmos pontos que o Basileia (ambos têm 4 pontos). O Manchester United encontra-se na 3ª posição (com 2 pontos) e o Otelul está no último lugar, ainda com 0 pontos somados.

Previsão: Zenit vs. FC Porto (19.45 - RTP1)

Hoje o FC Porto enfrentará uma difícil deslocação à Rússia para defrontar o Zenit de São Petersburgo, num jogo referente à 2ª jornada da Liga dos Campeões. Na conferência de imprensa, Vítor Pereira pediu um FC Porto igual ao que jogou contra o Benfica e elogiou a equipa russa, que referenciou como muito rápida que possui jogadores na frente que podem decidir o jogo: e isso é verdade!

O Zenit é uma equipa que joga diferente do que a maior parte das equipas russas: não é uma equipa fechada, praticando um futebol rápido e criativo que aposta tudo na qualidade dos seus jogadores. O Zenit possui uma equipa forte desde trás: o russo Malafeev é o guardião, Anyukov, Bruno Alves, Lombaerts e Criscito constituem a defesa. Rosina, Bystrov, o experiente Semak, Shirokov e o português e principal criativo da equipa Danny. No ataque, Kerzhakov é goleador e a principal referência atacante da equipa orientada por Spalleti. Como poderão ver, nesta equipa destacam-se os 4 defesas (todos eles experientes e cheios de qualidade - talvez Bruno Alves seja o jogador com menos qualidade neste sector!), o médio mais defensivo e tático Rosina, o 10 da equipa Danny e o ponta-de-lança, o russo Kerzhakov, que é um autêntico goleador. Será que este Zenit (na nossa opinião, melhor que o Shakhtar Donetsk) conseguirá derrubar o todo-poderoso FC Porto?

Ps: Deixamos na imagem a nossa proposta para o onze inicial portista. Cliquem na imagem para aumentar o seu tamanho.

Lendas e Glórias: Romário

Não é necessário ser muito alto para marcar golos, a principal prova de isto é Romário de apenas 169 cm tendo sido um dos maiores goleadores da história do futebol mundial.

O 'baixinho' foi formado no Olaria e no Vasco da Gama, tendo-se estreado oficialmente pelos vascaínos na época de 1985, onde jogou até 1988. O próximo passo foi o futebol europeu tendo-se transferido para os holandeses do PSV, obtendo a íncrivel marca de 98 golos em 109 jogos oficiais. Mesmo estando no país das tulipas Romário não deixava de estar na agenda de vários clubes de renome, tendo o Barcelona levado a melhor e contratando o 'baixinho' em 1993 em vésperas do Mundial de 94 que Romário ganharia. A presença de Romário na Catalunha durou 2 anos tendo regressado a casa por essa altura para jogar no Flamengo. A partir daqui Romário acabou por ter uma carreira decrescente levando-o a jogar no Brasil (Vasco da Gama, Fluminense e América RJ), em Espanha (Valência), no Qatar (Al-Sadd), nos Estados Unidos da América (Miami FC) e ainda na Austrália (Adelaide United). Romário pode-se gabar de ter passado a marca dos 1000 golos (consegui-o no Vasco da Gama).

Nota final: 19/20

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Previsão: Otelul Galati vs. Benfica (19.45 - RTP1)

Declarações de Jorge Jesus
O técnico encarnado salientou que o Benfica "quer trazer os três pontos". "Vamos ter a mesma concentração e sentido de responsabilidade neste jogo, tal como tivemos com o Manchester. Estamos na Champions e é aqui que estão as equipas de top" disse ainda Jorge Jesus. JJ adiantou ainda que a Liga dos Campeões é uma competição diferente da Liga Romena, onde o Otelul tem estado muito mal.

Apesar de esta época o Otelul Galati estar bastante mal na Liga Romena, não nos podemos que a Liga dos Campeões é uma competição à parte e que na passada época de 2010/2011 os romenos que amanhã defrontarão o Benfica, foram campeões nacionais (num campeonato que conta com equipas do calibre do Cluj ou do Dínamo de Bucareste). Destaque para a entrega a 100% de todos os jogadores romenos durante os 90 minutos (algo à imagem do Braga 2009/2010 e salientado por Jorge Jesus na conferência de imprensa antecedente a esta partida) e da capacidade individual de Antal e Pena. No entanto, a grande figura desta equipa romena é sem dúvida o seu treinador, ex-internacional romeno, Munteanu, que fez um trabalho fabuloso nesta equipa sem estrelas. O Benfica tem melhores jogadores e mais experiência, por isso é o favorito à vitória. Mas será isso suficiente para levar de vencida esta equipa cheia de garra?

Ps: Deixamos na imagem a nossa proposta para o onze inicial benfiquista. Cliquem na imagem para aumentar o seu tamanho.

Grandes jogos pela Europa fora: PSV vence por 7-1; Bayern de Munique goleia Leverkusen; Lyon derrota Bordéus;

Premier League
Destaque para a vitória do Chelsea de André Villas-Boas sobre o Swansea por 4-1 e para a grande partida entre o Stoke City e o Manchester United que acabou num empate (1-1). Os vizinhos United e City seguem na frente com os mesmos pontos.
Clique aqui para ler o resumo da 6ª jornada (o QPR e o Aston Villa também empataram a uma bola; Norwich e Sunderland defrontam-se hoje.


Liga Espanhola
De salientar a goleada do Barcelona sobre o Atlético de Madrid por 5-0 com três fantásticos golos de Lionel Messi. O Real Madrid venceu por 6-2, o Sevilha derrotou o ex-líder Valencia, o Atlético de Bilbau empatou a uma bola com o Villarreal, o Granada de Carlos Martins e Jara empatou com a Osasuna, o Zaragoza de Roberto, Rúben Micael, Juan Carlos e Hélder Postiga também empatou a zero com os milionários do Málaga e o líder Bétis perdeu por 1-0 com o Getafe.
Clique aqui para ler o resumo de algumas partidas da 5ª jornada


Bundesliga
O líder Bayern de Munique venceu o Leverkusen por uns fantásticos 3-0: um grande resultado num jogo onde (incrivelmente) Mario Gómez não marcou. O Werder Bremen não deixou o Bayern fugir e, em casa, levou de vencido o Hertha de Berlim. Para terminar, o Hamburgo venceu o Estugarda por 2-1, o Schalke venceu por 4-2 o Friburgo, o campeão em título Dortmund ganhou ao Mainz por um mero 2-1 e o Borussia Möncheglabach (incrível 3º classificado) voltou a vencer, derrotando o Nuremberga por 2-1.

Série A
A líder Juventus empatou com o Catania por 1-1 no melhor jogo da jornada, enquanto que a também líder Udinese empatou a zero com o Cagliari. O Inter venceu por 3-1 o Bolonha, o Milan derrotou o Cesena pelo resultado mínimo (1-0), o Nápoles e a Fiorentina empataram a zero e a AS Roma venceu por 1-0 o Parma.

Liga Francesa
Num dos melhores jogos deste fim-de-semana, num autêntico derby, o 1º classificado Lyon derrotou o Bordéus por 3-1. O Lille empatou com o Lorient a uma bola: o mesmo resultado do confronto entre Marselha e Valencienes. O PSG (2º classificado) venceu por 3-0 o Montpellier com dois golos de Pastore e um de Kevin Gameiro. Por último, o Auxerre goleou o Auxerre por 4-1.

Liga Holandesa
O PSV derrotou o Roda por 7-1! O jovem belga de apenas 164 cm Mertens marcou 4 golos! Matavz, Toivonen e Strootman marcaram os restantes golos da equipa de Eindhoven. Num jogo muito importante, o Ajax e o Twente empataram a uma bola. O líder AZ venceu por 2-1 o Feyenoord.

Craques de Amanhã: Georginio Wijnaldum

172 cm, 68 kg: já se terá apercebido que não estamos na presença de um jogador corpulento, mas sim de um prodígio de técnica e velocidade. Wijnaldum nasceu em Roterdão tendo como primeiro clube o Sparta de Roterdão, clube pelo qual fez toda a sua carreira júnior.

O próximo passo era o todo-poderoso Feyenoord. Manteve-se em Roterdão (no Feyenoord), mas a sua qualidade de jogo evolui muitíssimo, tendo feito os seus primeiros jogos pelas seleções jovens da Holanda. Depois de 5 anos ao mais alto nível no Feyenoord decidiu ir à procura de títulos, aceitando a proposta do PSV para onde se mudou este ano. Georginio pode orgulhar-se também de ser internacional AA pelo país das tulipas.

Nota Final: 16/20

domingo, 25 de setembro de 2011

Premier League: Manchester United perde os primeiros pontos; AVB vence; City volta à liderança

Stoke City 1-1 Manchester United: A equipa de Sir Alex Ferguson cedeu os seus primeiros dois pontos, perdendo assim a liderança isolada. Nani foi titular e marcou para os Red Evils, mas o gigante inglês Peter Crouch empatou, fechando o resultado.

Manchester City 2-0 Everton: Os milionários de Manchester voltaram a colar-se aos vizinhos United na liderança da Premier League após uma vitória por duas bolas frente ao Everton. Os golos dos citizens foram marcados pelo polémico Mario Balotelli e pelo inglês James Milner.

Liverpool 2-1 Wolverhampton: Em Anfield Road houve um jogo mais disputado do que se previa que acabou numa vitória do Liverpool. Aos 11 minutos, Johnson marcou um inédito auto-golo e colocou a equipa de Kevin Dalglish na liderança. Suárez marcou para os da casa e Steven Fletcher fechou o resultado.

Chelsea 4-1 Swansea: A equipa de André Villas-Boas com Bosingwa, Meireles e Ramires de início venceu os galeses do Swansea em Stamford Bridge. Torres marcou primeiro para os Blues aos 29 minutos (e foi expulso aos 40). O ex-Benfica Ramires (que voltou a ser o MVP segundo a Premier League e que, a par de Bastian Schweinsteiger, é o melhor box-to-box do Mundo) bisou e Williams reduziu para o Swansea. Drogba regressou aos relvados e fechou o resultado.

Arsenal 3-0 Bolton: A turma de Wenger regressou às vitórias com uma exibição personalizada em sua casa. Robin van Persie bisou e o médio Alexander Song também marcou.

Ps: Noutros jogos referentes à Premier League, o WBA empatou a 0 com o Fulham e os Spurs derrotaram o Wigan por 2-1.

Liga Espanhola: Real Madrid e Barça goleiam

Real Madrid 6-2 Rayo Vallecano: No Santiago Bernabéu, o Real Madrid dominou e goleou o Rayo Vallecano. O português Cristiano Ronaldo fez um hat-trick, marcando dois golos através de grande penalidade e um outro em bola corrida, após um 'frango' do guarda-redes dos visitantes. Os restantes golos foram marcados por Higuaín, Varane e Benzema para os madrilenos e por Michu para o Rayo.

Barcelona 5-0 Atl. Madrid: No Camp Nou, o Barcelona também venceu. A equipa de Falcao, Sílvio e Tiago não aguentou o caudal de jogo ofensiva catalão, deixando-se levar numa longa goleada. O fantástico argentino Lionel Messi (num jogo onde espalhou classe) marcou três, David Villa fez outro e Miranda acabou por marcar um auto-golo. O Barcelona soma agora 11 pontos, ocupando a 2ª posição (o Bétis está no 1º lugar, no entanto só joga na 2ª feira frente ao Getafe).

Sevilha 1-0 Valencia: Um solitário golo de Kanoute tirou os valencianos da liderança num jogo muito interessante, tenso e disputado.

Ps: Noutros jogos referentes à 6ª jornada da Liga Espanhola, o Atlético de Bilbau e o Villarreal empataram a uma bola e o Maiorca venceu a Real Sociedad por 2-1.

Sporting com grande entrada garante vitória

Sporting 3-0 Vitória de Setúbal (Schaars 2' e Wolfswinkel 6' 14')
Numa partida em Alvalade, o Sporting iniciou o jogo a vencer com 3 golos nos primeiros 15 minutos. O Sporting dominou claramente a partida e superiorizou-se aos sadinos. Com esta vitória, o grupo leonino encurta a distância dos líderes para 3 pontos.

Na 1ª parte, destaque para os três golos marcados pelos holandeses Wolfswinkel e Schaars nos primeiros 15 minutos de jogo. O médio holandês Schaars deu vantagem aos leões, Wolfswinkel aumentou a vantagem e, aos 14 minutos de jogo, o jovem ponta-de-lança marcou um grande golo, após canto batido por Schaars. O domínio dos da casa prolongou-se até ao fim do jogo, apesar dos sadinos terem atirado a bola ao ferro por uma ocasião, ditando assim uma goleada por 3-0 sobre o Vit. Setúbal.

Destaques
MVP - Wolfswinkel: Marcou dois golos (ambos belíssimos golos) e dispôs de ocasiões para outros tantos. Boas movimentações na frente e pinta de avançado.
Insúa: O lateral-esquerdo argentino voltou a fazer uma grande exibição. Tem timings, defende bem e ataca ainda melhor. Tem que melhorar a sua qualidade técnica, que deixa um pouco a desejar.
Carrillo: O peruano realizou uma exibição de encher o olho. Muito móvel e com velocidade superior à média, desequilibra como poucos.
Diego Capel: Joga demasiado com a cabeça para baixo, não terminando as jogadas da melhor forma. Apesar de realmente ser muito rápido, Domingos deveria pensar seriamente em colocar Jeffrén e Carrillo como titulares nas alas de Alvalade.

Braga vence e cola-se a FC Porto e Benfica na liderança

Braga 2-0 Nacional (Nuno Gomes 24'; Paulo Vinícius 83')
Na Pedreira, o Braga cumpriu e venceu o Nacional de Ivo Pinto que continua assim uma série de maus resultados. Com este resultado, a equipa de Leonardo Jardim passa a somar 14 pontos colando-se assim aos líderes Benfica e FC Porto. Já os madeirenses, perderam o seu 4º jogo em 6 jornadas. Os minhotos dominaram, jogaram bem e a vitória foi merecida.

Numa 1ª parte muito calma, Skolnik e Hélder Barbosa proporcionaram ocasiões de golo aos adeptos bracarenses e madeirenses, mas não tiveram eficácia para concretizar. O português ex-Benfica Nuno Gomes voltou a faturar num belo lance protagonizado pelo lateral-direito Baiano e o brasileiro Alan. Na 2ª parte o jogo foi mais disputado e o Nacional entrou com vontade de empatar. Quim salvou o Braga por pelo menos duas ocasiões, negando o golo a Marion Rondón e Skolnik. Na sequência de um canto, o central Paulo Vinícius sentenciou o jogo, fechando o resultado.

Destaques
MVP - Quim: O veterano guarda-redes português fez várias grandes defesas, mantendo a baliza minhota imaculada. Recorde-se que o Braga ainda só tem dois golos sofridos.
Nuno Gomes: Voltou a marcar e vem provando a JJ que continua com o faro para o golo. Não tem a velocidade de outros tempos, mas compensa esse facto com golos, muitos golos...
Hugo Viana: Esteve muito bem a defender e a atacar. Foi sempre o construtor do jogo bracarense.
Paulo Vinícius: Voltou a mostrar que é um grande central e desta vez marcou. A fazer dupla com Nuno André Coelho ou com Ewerton, não erra e joga certo. Vai dar que falar...
Skolnik: Muito móvel e aguerrido no meio-campo nacionalista. Esteve muito perto de marcar por duas ocasiões.

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Empate no Dragão com brilho sul-americano

FC Porto 2-2 Benfica (Kléber 37' e Otamendi 50'; Cardozo 47' e Gaitán 82')
Numa partida muito disputada e tensa, surgiu um empate a 2 bolas. O FC Porto esteve por duas vezes na frente do resultado, mas não conseguiu manter a vantagem num jogo em casa, deixando assim o Braga e o Sporting,   caso ganhem, perto dos dois da frente (FC Porto e Benfica), que se mantêm  empatados na frente após este empate. De destacar uma fraca exibição do árbitro Jorge Sousa que 'queimou' demasiadas vezes o jogo, marcando faltas injustificadas na transição para o ataque (principalmente do Benfica).

Na 1ª parte, o jogo teve um pouco mais de pendor para os Dragões, apesar do Benfica ter-se sempre mostrado tranquilo e equilibrado. Numa jogada muito atabalhoada, o avançado recentemente convocado para a seleção brasileira Kléber esteve muito perto de marcar, mas Artur negou-lhe o golo de uma forma espectacular. Porém, numa resposta a livre batido por Hulk, o brasileiro marcou de cabeça, tirando da cabeça dos adeptos portistas o falhanço anterior. O final do 1º período foi todo do Benfica, que não conseguiu traduzir esse domínio em golos.

Na 2ª parte a história foi diferente: o Benfica dominou. E esse domínio traduziu-se finalmente em golos. O paraguaio Cardozo fez de uma jogada de entendimento entre Aimar e Nolito um golo. Os portistas empataram com um golo estranho do central Otamendi, após cruzamento de Varela. Mas o Benfica continuou com o domínio e, após as entradas do argentino Saviola e do criativo Bruno César e saídas de Nolito e Aimar, Jorge Jesus conseguiu um futebol mais veloz e rico. Saviola serviu Nico Gaitán que, através de um remate seco e forte, marcou um golo de belo efeito.

Destaques
MVP - Guarín: Apesar da indisciplina que demonstrou ao longo do jogo, esteve bem quer a defender quer a atacar. Muito potente, é um autêntico motor (não pára de correr um segundo) e desconcertou a defesa benfiquista com os seus remates (ou tentativas de remates).
Saviola: Após uma exibição falhada frente à Académica, esteve muito bem. Fez uma assistência e mexeu com o jogo.
Witsel: Certo a defender e bem a atacar com passes certeiros e boa visão de jogo que lhe permitiram fazer uma grande exibição.
Hulk: Desequilibrou, principalmente na 2ª parte, porém foi muito pouco eficaz. Demasiado agressivo, faltoso e com pouco pontaria, apesar de fabulosos apontamentos técnicos e grandes arrancadas.
Nico Gaitán: Marcou um golo (e que golo!) e, no início e fim do jogo, dinamizou a frente de ataque benfiquista e esteve muito activo. Destaque para as suas qualidades defensivas que se vão tornando mais que evidentes.
Luisão/Garay: Grande dupla! Não falharam e os passes (principalmente de Garay, que foram desconcertantes) foram acertados e bem calculados.
Javi García/Emerson: Sem deslumbrar, estiveram bem na tarefa de parar Hulk, Guarín e Moutinho. Algo que não é para todos...
Kléber: Voltou a facturar e dinamizou a frente de ataque portista. Pela primeira vez, posso dizer que me impressionou.
João Moutinho: Sublime a defender. Muito concentrado, aguerrido e sempre a empregar força e classe. Um grande médio que merece mais que Portugal.
Alvaro Pereira/Maxi/Cardozo: As exibições falhadas da noite, apesar do paraguaio ter feito um golo. Pouco fizeram e pareceram estar com a cabeça noutro lugar.

O Clássico já começa daí a pouco!

O jogo mais tenso do futebol português começa já às 20.15 na SportTV 1 e, muito provavelmente, decidirá pelo menos o campeão de Inverno da Liga Portuguesa, apesar de ainda poderem haver deslizes. No Benfica, Rodrigo Mora foi convocado (será que irá ser lançado às feras num jogo tão importante?) e Enzo Pérez, Nelson Oliveira e Joan Capdevila (o último por opção técnica) não terão oportunidade de mostrar o seu valor. Nos dragões, exceptuando a ausência do colombiano James Rodríguez por castigo, não há grandes surpresas nas convocatórias. No caso de vitória do FC Porto, quem fará a diferença nos portistas: Hulk, Moutinho, Guarín ou Kléber? E no Benfica: Aimar, Gaitán, Nolito ou Cardozo? 


Ps: Os onzes inicias já foram anunciados. O do FC Porto é Hélton, Fucile, Rolando, Otamendi, Alvaro Pereira, Fernando, Guarín, Moutinho, Hulk, Varela e Kléber. O do Benfica é Artur, Maxi, Luisão, Garay, Emerson, Javi García, Witsel, Nico Gaitán, Aimar, Nolito e Cardozo.


Depois do jogo, poderá ver a nossa análise da partida. Entretanto, veja aqui a previsão da partida.

Lendas e Glórias: Oleg Blokhin

Blokhin nasceu em Kiev no longínquo ano de 1952 e durante a sua longa carreira apenas conheceu três clubes o Dinamo de Kiev, os austríacos do Vorwärts Steyr e os cipriotas do Aris Limassol.

Formado na profícua cantera do Dínamo de Kiev como avançado cedo deu nas vistas, tendo-se estreado na antiga União Soviética com apenas 17 anos na temporada de 1969, tendo estado no Dinamo de Kiev 19 anos até á temporada de 1988. Antes de sair, Blokhin conseguiu ser o melhor marcador do campeonato soviético com a marca de 211 golos em 433 jogos. Antes de pendurar as chuteiras, Blokhin ainda jogou na Áustria e no Chipre, respetivamente.Como treinador, Oleg orientou o Olympiakos, o PAOK, o Ionikos e o AEK, sendo atualmente selecionador da Ucrânia.

Nota final:16/20

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

'Gordo, vai à baliza' e a sua atitude infantil

Hoje fomos surpreendido pelo blogue 'Gordo, vai à baliza' (que já pertenceu à nossa Blogroll) com o seguinte artigo acerca da nossa cobertura do jogo Valencia vs. Barcelona:

"Somos exigentes quanto aos blogues que nos apetece ter ali na parede da tasca.
Hoje tirei um porque li lá a seguinte frase:

"Fàbregas ainda não demonstrou os argumentos que o trouxeram de novo a Espanha."

Facto: A dupla Messi e Fabregas é a mais rentável da história do Barcelona tendo rendido um número recorde de golos/jogos.

Não admitimos que mais nenhum blogue sem sermos nós possam dizer coisas estúpidas. Muito menos quando têm um "ar" todo certinho."

Um blogue prestigiado (apesar de ser basicamente uma página humorística) seguido anteriormente por toda a redação de Golo de Placa declarou-nos de guerra e não ficaremos calados: afinal era apenas a nossa opinião (e na verdade, Fábregas, apesar das estatísticas, ainda não demonstrou a qualidade que o trouxe de Inglaterra, já que tem inventando muito e não tem jogado ao 'estilo do Barcelona' com passes curtos e bem calculados). Algo 'estúpido', infantil e que esperamos que tenha sido irreflectido...

Kléber convocado para o Brasil

O avançado brasileiro do FC Porto Kléber é a grande novidade da convocatória de Mano Menezes para os particulares frente à Costa Rica e México. O explosivo avançado dos dragões Hulk e o médio trabalhador Elias do Sporting também foram convocados, tal como Dedé (que tem vindo sendo apontado ao Benfica) e o ex-Benfica David Luiz. Será que o valor comercial de Kléber aumentará?

Os 25 convocados do Brasil:
Guarda-redes: Júlio César (Inter), Neto (Fiorentina) e Jefferson (Botafogo)
Defesas: Dani Alves e Adriano (Barcelona), Marcelo (Real Madrid), Fábio (Manchester United), Réver (Atl. Mineiro), Dedé (Vasco da Gama), David Luiz (Chelsea) e Thiago Silva (AC Milan)
Médios: Lucas (Liverpool), Elias (Sporting), Sandro (Tottenham), Luiz Gustavo (Bayern de Munique), Oscar (Internacional), Hernanes (Lazio), Lucas (São Paulo), Fernandinho (Shakhtar Donetsk) e Ronaldinho (Flamengo)
Avançados: Neymar (Santos), Hulk e Kléber (FC Porto), Jonas (Valência) e Fred (Fluminense)

Taça da Liga Inglesa: Chelsea derrota Fulham nos penalties

O Chelsea teve de suar para garantir uma vaga na 4ª eliminatória da Taça da Liga inglesa, na recepção aos londrinos do Fulham ( quase) tudo correu mal ao Chelsea, primeiro o checo Petr Cech teve de sair, tendo entrado em sua substituição o inglês Turnbull, depois aos 47' o central brasileiro Alex foi expulso deixando os comandados de Villas-Boas com 10 elementos. Até aos 90' ambas as equipas criaram situações de perigo e foi então que em cima do minuto 90 o Fulham beneficia de um penalty que Turnbull defendeu. No prolongamento nenhuma das equipas conseguiu o golo tendo o jogo seguido para penaltys onde o Chelsea levou a melhor sobre o Fulham ( 4-3).

Ps: Outros resultados - Brighton and Hove 1-2 Liverpool; M.City 2-0 Birmingham; Arsenal 3-0 Shrewsbury; Leeds 0-3 M.United;

Craques de Amanhã: Lucas

Lucas Rodrigues Moura da Silva é este o nome de um dos jogadores mais pretendidos em toda a Europa, é médio-ofensivo e joga no São Paulo.

O já internacional brasileiro tem passeado classe no Brasil onde já o comparam a Rivaldo: qualidade de finta, passes a rasgar, facilidade de remate e finalização de classe são estes os principais predicados do menino que tem uma cláusula de rescisão no valor de 80 milhões de euros. O "moleque do gol" está a explodir definitivamente nesta época onde em 53 jogos já marcou 15 golos. Portanto não se esqueça de ver o camisola 7 a jogar futebol, certamente não dará o tempo por mal gasto...

Nota final: 17/20

Liga Espanhola: Real Madrid e Barça empatam

Real Santander 0-0 Real Madrid: Pepe, Carvalho, Ronaldo, Coentrão e Mourinho voltaram a empatar, desperdiçando mais dois pontos. Os merengues jogaram mal e não criaram oporunidades de golo. Ronaldo (após ter feito um 'manguito' para a imprensa à chegada a Santander) não acrescentou nada ao jogo, perdendo cada vez mais o título de Melhor do Mundo para Messi.

Valencia 2-2 Barcelona: Os catalães voltaram a facilitar, desta vez frente ao líder da Liga, o Valencia. Abidal voltou a mostrar que a sua qualidade é pouca, facilitando com um auto-golo. Pedro empatou e, à medida que o jogo ia ficando mais desinteressante, foram marcados 2 golos (1 para cada lado). Os valencianos pressionaram muito, porém Soldado falhou uma oportunidade escandalosa que podia ter dado a vitória. Fàbregas ainda não demonstrou os argumentos que o trouxeram de novo a Espanha. Busquets, Xavi e Iniesta continuam uns 'furos' acima do ex-Arsenal.

Ps: Noutros jogos, o Atl. Madrid venceu 4-0 o Gijón, com dois golos do ex-FC Porto Radamel Falcao (já leva cinco na Liga BBVA). Os milionários do Málaga venceram por 1-0 os bascos do Atl. Bilbau.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Previsão: FC Porto vs. Benfica (20.15 - Sport TV)

Quando na 6ª feira, FC Porto e Benfica entrarem em campo iremos certamente assistir a um bom desafio de futebol. Se de um lado teremos o FC Porto sob grande pressão, já que além de jogar perante os seus adeptos vem de um empate compremetedor contra o Feirense. Do outro lado temos o Benfica que vem de exibições moralizadoras contra o Manchester United e Académica, sendo que devido à vitória contra a Briosa, os encarnados conseguiram assumir a liderança da liga (junto ao FC Porto).

FC Porto
Os portistas entrarão no desafio de 6ª feira, sem grandes dúvidas no onze principal. A baliza será entregue a Hélton, enquanto que Fucile, Rolando, Otamendi e Álvaro Pereira formarão o quarteto defensivo, no centro também não haverá grandes surpresas, uma vez que Fernando, Guarín e Moutinho têm realizado exibições positivas, as maiores dúvidas concentram-se no ataque, uma vez que James não estará presente no jogo ( foi expulso no jogo contra o Feirense ), sendo que Varela e C.Rodriguez são candidatos a jogar com Hulk e Kléber na frente de ataque dos dragões.
Tática Portista: A grande força portista concentra-se no meio-campo onde há qualidade, Moutinho são jogadores indispensáveis já que organizam o jogo ofensivo dos azuis-e-brancos além de darem uma importante ajuda defensiva. O ataque portista é de facto letal, Hulk marca e dá a marcar com grande frequência, Kléber também será importante se conseguir aproveitar as oportunidades criadas.Por fim a defesa portista que tem jogadores fortes fisicamente, mas algo intranquilos nestes ultimos jogos.


Benfica
Vitória, é este o objetivo dos encarnados. Quando na sexta-feira visitarem o estádio do Dragão, o Benfica irá muito provavelmente utilizar o sistema tático que melhores resultados tem dado. Artur na baliza, defesa forte e coesa com Maxi Pereira, Luisão, Garay e Emerson. Um meio-campo que tem Witsel como jogador mais versátil, além de Javi Garcia, Gaitán, Nolito e Aimar, no ataque Cardozo irá lutar contra Rolando e Otamendi.
Organização ofensiva: O Benfica organiza-se por norma num sistema de 4-1-3-2, sendo que Aimar apoia Cardozo nas tarefas ofensivas, quando isto acontece, muitas vezes Witsel torna-se médio-ofensivo, passando Javi Garcia para o centro do terreno, com as laterais a serem ocupadas por Gaitán e Nolito.
Organização defensiva: O Benfica tem qualidade no sector defensivo, já que tanto Luisão como Garay não são muito propensos a atacar tal como Emerson, que prefere jogar na certa e não comprometer, o único defesa no Benfica que terá mais liberdade será o uruguaio Maxi Pereira, que poderá dar um ímpeto ofensivo considerável, além destes quatro, também há Javi Garcia que destruirá certamente muitas jogadas dos portistas.

Soluções no banco
No banco de suplentes encontramos algumas diferenças entre o FC Porto e o Benfica, os dragões carecem de um ponta-de-lança (apenas há Walter, que não tem sido convocado) enquanto que o Benfica os tem em abundância ( N.Oliveira, Rodrigo entre outros). No centro da defesa são os azuis-e-brancos que têm mais soluções de qualidade (Mangala e Maicon) e por fim no centro e nas alas há empate técnico (FC Porto tem Defour, Belluschi, Souza, Djalma entre outros) e o Benfica tem Matic, B.César, R.Amorim entre outros).

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Benfica derrota Académica (por 'Fúria Encarnada')

Benfica 4-1 Académica
Numa exibição esforçada, o Benfica acabou por sair da Luz com uma vitória no bolso e com a igualdade pontual com o FC Porto, ficando no 1º lugar da Liga Portuguesa. Nas últimas visitas que a Académica nos fez, tirou-nos pontos, mas não desta vez, já que, apesar de ter praticado um futebol rápido que nos causou alguns dissabores em certos momentos do jogo, não conseguiu ser eficaz e jogou demasiado ao ataque, deixando-nos aproveitar a velocidade de Bruno César, Nolito, Aimar, Gaitán e companhia no contra-ataque.
Três dos jogadores mais preponderantes na equipa orientada por Jorge Jesus foram poupados: Javier García,   Nico Gaitán e Pablo Aimar. Para os seus lugares entraram o sérvio Matic, o espanhol Nolito e o argentino Saviola. Por sua vez, a Académica apareceu demasiado ofensiva e com poucas preocupações em termos defensivos. O jogo foi muito aberto e o Benfica aproveitou para marcar o mais cedo possível, pressionando alto e jogando com itensidade: Bruno César marcou um grande golo a belo passe de Javier Saviola aos 26 minutos da partida. O Benfica manteve o controlo do jogo e mostrou-se pouco eficaz, falhando várias ocasiões para marcar (particularmente uma de Saviola). Os 'estudantes' responderam com um golo em contra-ataque de Danilo, que rematou de longe para o fundo das redes, onde Artur tem alguma culpa, apesar de ainda tocar na bola. Nolito respondeu logo de seguida, ainda antes do fim da 1ª parte, com um grande golo, depois de lance individual.
A 2ª parte foi muito monótoma, foi jogada a um ritmo lento e apenas com as entradas dos argentinos Nico Gaitán e Aimar houve mais dinâmica. A Académica subiu em demasia, há procura do empate e a equipa da Luz aproveitou. Num contra-ataque, Nico Gaitán fez um grande cruzamento a 3/4 do campo e, num lance caricato após má saída do guarda-redes francês Peiser, Aimar marcou um golo que foi uma mistura de cabeceamento e 'remate de tronco'. Já com a equipa de Coimbra ainda mais balenceada para o ataque, Nolito bisou, após passe para as costas da defesa 'estudante'.
O melhor jogador da nossa equipa foi o espanhol Nolito, que marcou dois golos e dinamizou a frente de ataque com dribles e cruzamentos bem tirados. Bruno César também esteve muito bem, com um golo marcado, desequilibrou e deu um golo a Saviola, que não teve capacidade para marcar (o argentino teve uma exibição falhada, onde falhou muitos passes e perdeu muitas bolas). Luisão e Garay exibiram-se a bom nível e não erraram durante o jogo. Matic não conseguiu substituir Javi García em condições e não jogou em antecipação, mas sim em reacção, já que não tem velocidade para isso. No entanto, o sérvio mostrou técnica, mas a falta de experiência foi decisiva. Além disso, há que dizer que Axel Witsel rende mais a 8 que 10 e que Gaitán e Aimar são os principais desequilibradores das águias.
O Benfica, apesar de não ter tido uma exibição brilhante, jogou bem e mereceu a vitória (talvez não por números tão gordos). Agora basta manter a confiança alta para o jogo de sexta-feira frente ao Porto, que deslizou perante o Feirense.

domingo, 18 de setembro de 2011

Feirense tira 2 pontos aos Dragões

Feirense 0-0 FC Porto
O FC Porto empatou com o Feirense em Aveiro, perdendo os seus primeiros dois pontos, num jogo com mais pendor para a equipa orientada por Vítor Pereira, apesar do seu primeiro ataque ter sido à meia hora de jogo e da equipa de Santa Maria da Feira também ter tido as suas oportunidades. Sem Hulk e Alvaro Pereira, o FC Porto atirou duas bolas ao poste e James Rodríguez foi expulso, após soco no estômago do ex-FC Porto Rabiola, falhando a partida frente ao Benfica.
Os portistas não incutiram velocidade na 1ª parte de jogo e o Feirense até dominou durante esse período. O FC Porto esteve pouco organizado e apenas há a destacar a pressão produzida pelos dragões.

Destaques
MVP - Guarín: O mais acertado dos dragões. Não falhou nos passes e, apesar de ter falhado vários remates, encheu o meio-campo portista.
Henrique: Mostrou o porquê de ser um grande central. Secou Kléber, esteve seguro e cortou limpou. Merecia um lugar no Sporting de Braga.
James Rodríguez: Muito 'trapalhão' e com remates muitos desacertados, acabou expulso com uma atitude irresponsável.
Varela: Entrou, desequilibrou, entregou velocidade ao FC Porto e esteve muito perto de marcar.

Bayern de Munique salta para a 1ª posição

Schalke 04 0-2 Bayern de Munique (Petersen 21' e Müller 75')
O Bayern venceu a surpresa da Liga dos Campeões passada, o Schalke 04, numa partida sem história e com sentido único. O jovem alemão Nils Petersen abriu a contagem, com um belo golo. Thomas Müller também facturou e fechou o resultado. A equipa da Baviera saltou para a 1ª posição e já conta com 15 pontos.

Ps: O Leverkusen perdeu por 4-1 frente ao Colónia, o Nuremberga e o Bremen empataram a 1, o Hoffenheim venceu por 3-1 o Wolfsburgo, o Hannover derrotou o Dortmund por 2-1 e o M'Gladbach continuou com as vitórias, vencendo o Hamburgo por 2-1.

AVB derrotado em Old Trafford

Manchester United 3-1 Chelsea (Smalling 8', Nani 37' e Rooney 45'; Fernando Torres 46')
Alex Ferguson derrotou o jovem treinador português André Villas-Boas numa partida muito emocionante (para nós, a melhor que já vimos neste início de temporada). Aproveitando o empate do Manchester City, o Manchester United, com esta vitória de 3-1, saltou para o primeiro lugar da classificação da Premier League, continuando só com vitórias. A ineficácia dos avançados dos blues e a eficácia dos Red Evils na 1ª parte ditou o resultado do jogo.

O jogo começou praticamente com um golo do United. Após pontapé livre batido por Nani, Smalling marcou de cabeça num lance claro de fora-de-jogo. O Chelsea despertou e partiu para uma grande exibição (o resultado merecido era um empate) e o meio-campo foi todo da equipa de AVB, mas Ramires (o melhor em campo no Chelsea), apesar da grande exibição, teve um dos momentos mais cómicos da noite, falhando um golo de baliza aberta. Porém, no final da 1ª parte, o Manchester United teve a sua melhor fase da partida e marcou dois golos. Nani, num remate de fora de área, marcou um grande golo. Rooney voltou a facturar, após uma oferta da equipa londrina. Ao intervalo, 4 (3 golos) remates para equipa de Manchester e 12 (0 golos) para o Chelsea.

Para o 2º tempo, AVB lançou Nicolas Anelka que mexeu com o jogo e fez uma assistência, aos 46 minutos, para o espanhol Fernando Torres, que não falhou, fazendo um chapéu ao seu ex-companheiro David de Gea. Grande golo! Depois começou o festival de golos falhados. O jogo tornou-se ainda mais veloz, Nani rematou à trave e Bosingwa cometeu grande penalidade. Rooney não consegue concretizar, criando o 2º momento cómico da partida, escorregando e rematando para longe da baliza. O avançado inglês voltou a rematar ao poste, num período do jogo em que o Chelsea dominava. E aos 83 minutos, o 3º momento cómico da noite, após um grande passe do ex-Benfica Ramires, Fernando Torres dribla David de Gea e falha de baliza aberta, rematando para a bancada. O Manchester conseguiu suster o ataque dos blues e ainda viu Berbatov (recém-entrado) falhar mais um golo com a baliza aberta (Cole conseguiu compensar o seu erro de marcação ao búlgaro, tirando a bola da baliza, na linha de golo).

Jogo muito emocionante, onde se destacam a exibição do português Nani, que foi diabólico, desequilibrou, fez uma assistência e marcou o melhor golo da partida, de Rooney, que marcou um golo, falhou um penalty e ainda rematou ao poste, de Mata, que pautou o jogo blue na 2ª parte, e do ex-Benfica Ramires, o melhor do 1º período, que falhou um golo incrível, deu um golo a Torres e correu muito. Cole, Torres e Young também se exibiram a um bom nível. Bosingwa e Raul Meireles também jogaram, mas não se destacaram.

Ps: O Sunderland goleou o Stoke por 4-0 e o Manchester City empatou com o Fulham a duas bolas. Aguero voltou a marcar (desta vez bisou), mas não conseguiu evitar o empate dos citizens que viram o United fugir, apesar de terem dominado a partida.

Tottenham goleia Liverpool

Tottenham 4-0 Liverpool (Modric 7'; Defoe 66'; Adebayor 68' 90')
Os Spurs dominaram a partida frente ao histórico inglês e venceram por 4-0. Os lodrinos conquistaram a sua segunda vitória na Premier League e ascenderam à 11ª posição. O Liverpool, com mais um ponto, manteve-se no 6º lugar. O jogo começou da melhor forma, com um grande golo do médio croata Luka Modric. A passe de Rafael van der Vaart, Jermaine Defoe fez o segundo. Adebayor, o avançado cedido pelo Manchester City, bisou, fechou o resultado e foi o melhor em campo.

Ps: Em outros jogos referentes à Liga Inglesa, o Blackburn venceu por 4-3 o Arsenal, o Aston Villa e o Newcastle empataram a 1 bola, o Everton derrotou o Wigan por 3-1, o Swansea goleou o WBA e o QPR venceu o Wolves.

Previsões: Benfica vs. Académica; Feirense vs. FC Porto

(clique para aumentar)
Benfica vs. Académica (20.15 - Sport TV)
O Benfica parte para este jogo como favorito à vitória, no entanto, a Académica sabe o que é roubar pontos aos lisboetas em plena Luz. A Académica, que está na 4ª posição na Liga, tem demonstrado um futebol musculado que aposta na velocidade dos seus alas, enquanto que o Benfica tem realizado jogos dominantes, com pressão alta, muita troca de bola e com dinâmica de movimentos. No Benfica, as principais surpresas no onze deverão ser o campeão do mundo Capdevila e o extremo espanhol Nolito, no entanto, apostamos também na entrada do sérvio Matic, já que, frente ao Manchester United, o jovem médio belga Axel Witsel acabou o jogo muito fatigado e Jorge Jesus já deverá estar a pensar na partida frente ao FC Porto, já na sexta-feira. Na Académica, a única diferença no onze inicial desde a última partida dos estudantes será o jovem lateral-direito Cédric Soares. Prognósticos?

Feirense vs. FC Porto (18.15 - TVI)
(clique para aumentar)
O Feirense tem feito um início de época acima das expectativas e o FC Porto ainda só tem vitórias. A equipa de Vítor Pereira não poderá apostar em Hulk e Alvaro Pereira, já que se encontram lesionados. Guarín também não deverá jogar, tendo falhado as últimas partidas, e Hulk deverá ser substituído pelo angolano Djalma ou pelo português Silvestre Varela. Já a segunda opção de Alvaro Pereira será Jorge Fucile. Na equipa de Santa Maria da Feira não deverá haver surpresas, mas o treinador Quim Machado já afirmou que "gosta de correr riscos". Maicon foi substituído na convocatória pelo jovem francês Mangala, porém não deverá ser desta que terá a seu cargo a titularidade, que deverá recair em Otamendi. O FC Porto deverá ganhar sem problemas com o seu futebol rápido de exrema pressão, mas o Feirense e o seu explosivo avançado Ludovic poderão causar problemas aos portistas. Quem sairá vencedor de Aveiro?

sábado, 17 de setembro de 2011

Primeira Liga: Convocatórias de Benfica e FC Porto

O Benfica já lançou a convocatória para a recepção da Académica e há que destacar as ausências de Nélson Oliveira (partiu dois dedos), David Simão (opção técnica) e de Enzo Peréz (lesão muscular) e o regresso de Joan Capdevila. Recorde-se que o espanhol não era opção desde o jogo frente ao Feirense. Será que Nolito será titular?

Os 19 convocados do Benfica:
Guarda-redes: Artur e Eduardo
Defesas: Maxi Pereira, Luisão, Garay, Jardel, Emerson e Capdevila
Médios: Javi García, Matic, Witsel, Ruben Amorim, Aimar, Gaitán, Nolito e Bruno César
Avançados: Cardozo, Saviola e Rodrigo

Na convocatória do FC Porto para o jogo frente ao Feirense, saltam à vista as ausência de Hulk e Alvaro Pereira que têm feito treino condicionado, tal como Alex Sandro, que também não foi convocado. Maicon, por decisão técnica, também ficou de fora. Em sentido inverso, Fredy Guarín, Rolando, Walter e Sapunaru regressam à convocatória.

Os 19 convocados do FC Porto:
Guarda-redes: Hélton e Bracalli
Defesas: Fucile, Sapunaru, Rolando, Otamendi e Mangala
Médios: Guarín, Belluschi, Moutinho, Souza, Rodríguez, Fernando e Defour
Avançados: Varela, Kléber, James Rodríguez, Walter e Djalma

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Será que o Sporting partirá para uma boa temporada?

Apesar dos leoninos terem vencido os dois últimos jogos, não mostraram um futebol brilhante e sofreram bastante para saírem com vitórias nas partidas com Paços de Ferreira e Zurique. É certo que o Sporting possui um bom meio-campo com Elias (jogador móvel, bom tacticamente e correcto em termos defensivos), Rinaudo (pensador de todo o jogo sportinguista), André Santos (jogador de recuperação e com visão de jogo) e Matías Fernandéz (um jogador muito tecnicista, apesar do treinador leonino não apostar nele), mesmo com Schaars, um médio lento e pouco aguerrido, no entanto, a sua defesa deixa muito a desejar, já que não tem nenhum central com qualidade, João Pereira é extremamente faltoso, Evaldo é demasiado lento e não tem 'rins', tendo apenas Insúa como bom jogador na parte defensiva do campo. O Sporting é uma equipa sem garra, mas com um futebol rápido e até dinâmico que aposta tudo na velocidade e capacidade de desequilíbrio dos seus extremos Diego Capel, Jeffrén e Izmailov e na pontaria de Wolfswinkel (que apesar da veia goleador, é muito pouco móvel). Domingos, até agora, ainda não criou uma equipa ganhadora, mas sim uma equipa com potencial. Acham que o Sporting vai conseguir bons resultados esta época?

Francisco Cunha

Lendas e Glórias: Pelé

Edson Arantes do Nascimento, considerado pela FIFA o melhor jogador do passado século, foi sem dúvida um grande jogador.

O brasileiro que alinhou pelo Santos destacava-se pela sua técnica, força, velocidade e capacidade goleadora, já que, recorde-se, marcou mais de 1000 golos em toda a sua carreira (mais concretamente, 1152 em 1220 jogos). A forma mais fácil de caracterizar Pelé é dizendo que foi um avançado muitíssimo completo, com uma técnica muito acima da média (ao nível de Messi, mas inferior à de Maradona). De relembrar, a sua passagem pelo New York Cosmos, onde transformou o soccer num desporto nos EUA (antes da sua passagem era mais um passatempo que outra coisa) e onde ganhou balúrdios, tendo em conta a época. O eterno 10 do Santos (desde que saiu do seu clube de coração nunca mais nenhum jogador usou a sua 'camisa' ao serviço do clube brasileiro) tornou mítico esse número, que, antes da sua pegada no futebol, era um simples número, não mais importante que os outros. Foi ele que inventou o 'gol de placa' (que traduzido mais tarde para 'golo de placa' originou o nome do nosso blogue), já que frente ao São Paulo, marcou um grande golo, porém não havia transmissões televisivas dessa partida e a história desse feito foi passando apenas de 'boca em boca'.  E mais: Pelé é a prova viva de que não é preciso vir para a Europa para singrar no futebol.

Nota Final: 20/20

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Braga vence em terreno inglês

Birmingham 1-2 Braga (King 71'; Hélder Barbosa 6' 88' e Lima 59')
Os minhotos foram a Inglaterra vencer o Birmingham da 2ª divisão inglesa. O Braga demonstrou um futebol rápido e boa troca de bola. Diria que esta equipa de Leonardo Jardim pratica um jogo mais agradável do que a que ficou em 2º lugar e chegou à final da Liga Europa de Domingos. Esperam-se grandes feitos desta equipa. Hélder Barbosa marcou um grande golo aos 6 minutos do jogo e deu a vantagem aos bracarenses. O mesmo jogador assistiu Lima para o segundo golo dos portugueses, já na 2ª parte. King reduziu aos 71' e Hélder Barbosa, já perto do fim fechou o resultado.

Destaques
MVP - Hélder Barbosa: O português marcou dois golos e fez uma assistência. Continua em grande forma e tem atirado Alan e Hugo Viana para segundo plano.
Djamal/Hugo Viana: Continuam a mostrar qualidade. Bons passes e ambos muito bem defensivamente.

Sporting frágil entra a ganhar na Liga Europa

Zurique 0-2 Sporting (Insúa 3' e Wolfswinkel 21')
Os leões entraram a vencer frente ao 7º classificado do campeonato suíço. Os golos foram marcados pelos reforços Emiliana Insúa e Ricky van Wolfswinkel. Uns bons 25 minutos iniciais permitiram ao Sporting anular o resto do jogo, onde foi uma equipa frágil e atabalhoada, apesar te ter mantido o controlo do jogo. Na Suíça, os lisboetas entraram praticamente a vencer no jogo, com um golo de cabeça de Insúa, após livre lateral. Wolfswinkel voltou a facturar e fechou o resultado a meio do 1º período, após uma fantástica jogada entre Diego Capel e Insúa. De relembrar o livre indirecto que Rui Patrício voltou a conceder, que acabou com um remate ao poste do jogador dos suíços Rodríguez. O jogo prometia espectáculo, porém, passado pouco tempo, ficou sem interesse: um Sporting com demasiados erros e um Zurique sem capacidade para conseguir aproveitá-los. O futebol sportinguista perdeu intensidade, no entanto, o Zurique ainda teve mais 2 bolas no ferro. Uma vitória justa, apesar das 3 bolas no poste dos suíços, originada pelo veloz e intenso futebol leonino que se praticou no início da partida.


Destaques
MVP - Insúa: Arrumou Evaldo para o banco e vem perfilando-se como um grande jogador. É veloz, tem timings de subida, esteve bem defensivamente e cruza muito bem (tudo o que se pede a um grande lateral). O único jogador do Sporting que realmente tem muita qualidade (o único acima da média). E marcou...
Rinaudo: O pensador do jogo sportinguista, à falta de um bom 10 (Schaars é uma desilusão) é o construtor de jogo da equipa de Alvalade. Muito agressivo, se fosse melhor defensivamente seria um dos jogadores leoninos acima da média (talvez falte um pouco mais de adaptação ao futebol europeu?).
Wolfswinkel: Voltou a facturar e vem demonstrando as qualidades de goleador que o trouxeram até Portugal. Pouco móvel? Compensa-o com golos!
Onyewu: Tenho de confessar que me surpreendeu (fez-me esquecer a sua exibição no jogo de apresentação sportinguista)! Não errou e esteve mais seguro do que Rodríguez. Talvez com  Daniel Carriço faça uma grande dupla.
Rui Patrício/Pereirinha: Os piores em campo. O guardião voltou a conceder um livre indirecto aos adversários e o médio perdeu a bola demasiadas vezes.

Liga dos Campeões: Trabzonspor vence Inter; Real Madrid vence e Ronaldo sai em sangue

Grupo A
Manchester City 1-1 Nápoles: O Nápoles até esteve a ganhar com um golo de Cavani, mas Kolarov empatou a partida. Os ingleses mereciam a vitória, mas a sua eficácia esteve aquém do esperado.
Villarreal 0-2 Bayern de Munique: Com golos de Kroos e Rafinha, os alemães venceram os espanhóis e até podiam ter marcado mais golos. Muita qualidade que se traduziu numa vitória.

Grupo B
Inter de Milão 0-1 Trabzonspor: A equipa derrotada pelo Benfica nas pré-eliminatórias da Liga dos Campeões venceu o colosso Inter de Milão com um golo de Celustka, numa das surpresas da noite.
Lille 2-2 CSKA Moscovo: Num jogo muito equilibrado, Sow começou por marcar para os franceses e Pedretti colocou o jogo num 2-0, porém Doumbia bisou e, perto do final, empatou o jogo.

Grupo C
Basileia 2-1 Otelul Galati: Os suíços dominaram e venceram os romenos. Golos marcados por Fabian e Alexander Frei para o Basileia e por Pena para o Otelul.
Benfica 1-1 Manchester United: clique aqui para ler o resumo da partida.

Grupo D
Ajax 0-0 Lyon: Um dos dois únicos jogos que acabou sem golos. Qualidade para ambos lados resultou num empate.
Dínamo de Zagreb 0-1 Real Madrid: Dentro de campo, Di Mária fez a diferença, marcando o golo da vitória madrilena num jogo demasiado equilibrado, tendo em conta o estatuto dos espanhóis. Cristiano Ronaldo saiu de campo após uma entrada dura, sangrando no tornozelo, e soltou toda a sua fúria. "Não entendo. Falam de fair-play, de proteger os bons jogadores, mas eu nunca tenho nada disso" salientou o jogador do Real Madrid que ainda afirmou o seguinte: "Assobiam-me por ser bonito, rico e um grande jogador. É por terem inveja!". 

Qual o melhor jogo da noite? Não terá Cristiano Ronaldo exagerado nas suas declarações?